Programas de busca de similaridade no combate ao plágio: contribuições para educação

Autores

  • Kenya de Lima Silva UFPB
  • Bruna Luiza Dutra de Mello
  • Flávia Meneguetti Pieri
  • Yolanda Dora Martinez Évora
  • Márcia Regina Antonietto da Costa Melo

Palavras-chave:

Software, Plágio, Educação, Enfermagem

Resumo

Plágio é crime no Brasil, conforme Lei 9610/98, e séria violação aos direitos autorais. Diante disso, buscou-se identificar softwares antiplágio utilizados como ferramenta para auxiliar o combate a fraudes. Pesquisa exploratória-descritiva, realizada em cinco bases de dados indexadas, nas publicações de 2006 a 2011 nos idiomas inglês, espanhol e português utilizando os descritores: software e plágio (plagiarism). Foram identificadas 97 publicações, permanecendo para análise 58, dentre as quais 83% (48) referem-se a detectores de plágio de manuscritos acadêmicos, 12% (7) a detectores de códigos de programas e 5% (3) a detectores de plágio em sítios eletrônicos (websites). O desenvolvimento de programas de recuperação da informação tem avançado no sentido de dificultar o plágio nas produções científicas; contudo, é necessário um esforço da comunidade científica na inibição dessa prática e na criação de processos educativos e coercivos justos, corretos e legalmente transparentes que eduque os membros e crie mecanismos de intervenção eficientes, inclusive utilizando-se da tecnologia de recuperação da informação.

Biografia do Autor

Kenya de Lima Silva, UFPB

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Professora Assistente III do Departamento de Enfermagem em Saúde Pública e Psiquiátria da Universidade Federal da Paraíba. Enfermeira Assistencial da Clínica Pediátrica do Hospital Universitário Lauro Wanderley.

Downloads

Publicado

16-03-2014

Como Citar

Silva, K. de L., de Mello, B. L. D., Pieri, F. M., Évora, Y. D. M., & da Costa Melo, M. R. A. (2014). Programas de busca de similaridade no combate ao plágio: contribuições para educação. Journal of Health Informatics, 6(1). Recuperado de https://jhi.sbis.org.br/index.php/jhi-sbis/article/view/292

Edição

Seção

Artigo Original